sábado, 11 de março de 2017

Inovar a ensinar

    
 Na passada quinta-feira, a turma viajou até Meleças (Sintra) com o intuito de conhecer uma nova metodologia de ensino.
      Quando pensamos em novo/ inovador, vem-nos à cabeça computadores e pensar em Geografia é pensar em espaço, e foram as duas coisas que encontrámos nesta viagem.
iclass - espaço de trabalho com a professora



sala de aula - dois espaços
Em Meleças fica o Colégio Vasco da Gama e foi onde encontramos a iclass. Iclass é o nome dado ao projeto que fomos conhecer, o das novas metodologias e pedagogia. Esta turma (iclass), é do 7º ano de escolaridade, tem uma sala especifica, dezanove alunos, dezanove tablets e dezanove cadeiras com rodas e mesa incorporadas. Mas nem só de tecnologia e competências tecnológicas, estamos a falar. Nesta turma o espaço também tem uma grande importância, pois a sala está dividida em três espaços, um onde os alunos têm mais espaço para as suas cadeiras, onde se dispõem como preferirem (pode depender do momento), um segundo espaço de puffs e sofás e um terceiro espaço com mesas maiores onde mais facilmente trabalham em grupos. Mas as novidades do iclass não ficam por aqui, esta turma tem metodologias de ensino diferentes, que conjugam bem com os dois fatores demonstrado a cima, estes alunos têm de trabalhar mais em conjunto, de uma maneira mais autónoma do professor.
segundo espaço da sala- puffs
A palavras de ordem nesta metodologia de ensino são, então, mobilidade, partilha e autonomia.
Tablet - professora
Mas não podemos só ver o lado “bom” desta nova forma de ensinar, não nos podemos esquecer que esta metodologia não seria fácil de implementar em escolas públicas, pois nem todos os pais ou encarregados de educação poderiam comprar tablets aos filhos, não seria também seguro. Pelo lado da escola, as turmas no ensino público não têm dezanove alunos por turma. Pensando, agora, pelo lado dos professores, não é fácil estar atento a três espaços diferentes, apesar de contar com a ajuda do tablet, ligados a todos os aparelhos dos alunos, não é fácil também passar de repente de um ensino mais expositivo para um ensino mais centrado no aluno, já para não falar no ruído, normal em aulas mais práticas. 
A nossa viagem não acabou no mundo do iclass, foi nos ainda possível conhecer outros espaços do colégio, como a escola de equitação, casa não só dos alunos do colégio como também da seleção feminina de sub-16 de Portugal - vice-campeãs da Europa.
A viagem foi bastante interessante, é importante com futuros professores conhecermos varias realidades.



Obrigada Colégio Vasco da Gama e iclass   




Sem comentários:

Publicar um comentário